O Programa

Programa Horizonte Oceânico Brasileiro


Protagonismo da Juventude na Interface do Conhecimento & Políticas Públicas para a Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável


O programa Horizonte Oceânico Brasileiro (HOB) impulsiona a formação de capacidades inter-redes, sobretudo dos membros do PainelMar, para atuação na interface entre conhecimento (científico e local) e políticas públicas; enfatizando a criação de oportunidades para o protagonismo de profissionais em início de carreira bem como o tema da governança inclusiva da implementação do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável No.14, especialmente de políticas públicas de ordenamento territorial costeiro e marinho (ex., áreas marinhas protegidas, planejamento espacial marinho e outras medidas efetivas de conservação baseadas em área).

A construção do programa HOB foi colaborativa e culminou em um modelo operacional  de pesquisa-ação transdisciplinar que oferece aos participantes um espaço para a aprendizagem experiencial, dialógica, reflexiva e crítica. Os participantes de cada rede envolvida podem ao longo de cada um dos três ciclos de pesquisa-ação a serem  conduzidos até 2022, tanto aperfeiçoar suas capacidades de liderança individual, como contribuir com a evolução de uma cultura oceânica marcada pela cidadania socioambiental e por meio da atuação integrada que constitui as redes. A adoção da pesquisa-ação está baseada no entendimento que ela é capaz de estabelecer uma rede de comunicação para obtenção de informação,  divulgação e construção de idéias. Assim, somam-se  propostas coletivas, fundamentadas e que fortalecem a ação Inter-Redes e o poder de governança participativa.

O modelo operacional básico do programa é constituído de ciclos de pesquisa-ação compostos por Seminários Inter-Redes. Durante os seminários, os times de pesquisa-ação são formados e/ou evoluem na elaboração conjunta de um Plano de Ação Inter-Redes. Estes planos são implementados no período entre seminários, onde a incidência das redes e o trabalho efetivo dos times se desenvolve, incluindo uma gama de ações que se reúnem a partir da editoração colaborativa de relatórios de síntese de conhecimentos e a elaboração de produtos de educomunicação. Acreditamos que a metodologia dialógica e horizontal da concepção e implantação do modelo editorial colaborativo, que culmina neste primeiro relatório HOB, foi um fator crucial para consolidar o ecossistema educomunicativo inter-redes costeiras e marinhas no Brasil. Este novo ecossistema tem características especiais: está voltado à aceleração da inovação por meio da oferta de oportunidades para trocas e construções intergeracionais de conhecimento na prática da pesquisa-ação; águas férteis para estimular o empreendedorismo socioambiental na fronteira entre diferentes sistemas de conhecimento ecológico e suas melhores interfaces de suporte às políticas públicas.


Repositório de Materiais

Organizações Mantenedoras